Os chatbots vão substituir os aplicativos?

Sempre que uma nova ferramenta online surge é normal que se compare com as tendências anteriores, assim, muitos entusiastas já decretaram “chatbots vão substituir os aplicativos”. Na prática, porém, as duas tecnologias poderão ter finalidades diferentes e até se complementarem. Quer ver como?

Aplicativos devem ir além do óbvio!

Hoje os usuários não desejam mais baixar dezenas de aplicativos em seus dispositivos, como indicou o Estudo Global do Mobile da comScore. Logo, chatbots vão substituir os aplicativos mais simples, que poderão ser os mais afetados pelo crescimento dos mesmoss, já que no lugar de baixar um app específico para conferir o saldo bancário ou a previsão do tempo, por exemplo, você poderá ter esses dados com mais agilidade, sem precisar fazer download ou ocupar espaço no celular se optar pelo atendimento dos chatbots.

Aplicativos mais complexos, porém, como as redes sociais e os games, ainda terão espaço garantido nos dispositivos móveis, especialmente os mais consolidados e populares que fazem parte da rotina dos usuários. Não dá para imaginar que apps populares como o Waze, Uber ou Whatsapp serão prejudicados pelos chatbots, já que poderão se beneficiar ainda mais com o atendimento rápido oferecido por eles.

Afinal, chatbots vão substituir os aplicativos?

Dependendo do segmento e do perfil dos clientes, um aplicativo próprio pode não fazer sentido para muitas empresas. Os chatbots, entretanto, têm potencial de ocupar um espaço importante no setor de atendimento ao cliente em diferentes áreas e segmentos, seja em um pequeno e-commerce até uma companhia aérea global. A expectativa, dessa forma, é que os chatbots ocupem espaço em diferentes empresas, já que representarão uma agilidade no atendimento com um menor custo de infraestrutura e funcionários. Na prática, os chatbots também têm vantagem por não precisarem de download, login ou senha, carregando imediatamente, eles podem ter velocidade superior aos sites e aplicativos mobile.

Outra vantagem dos chatbots frente aos aplicativos é a maior facilidade no desenvolvimento, já que contam com um design e ferramentas pré-formatadas, sem a dificuldade normal que o desenho de sites e aplicativos apresentam com a navegação. O maior trabalho será em dar aos chatbots informações e personalidade para que as interações consigam guiar os clientes da melhor maneira e resolver os problemas com agilidade.

Dessa forma, o avanço dos chatbots pode até não decretar o fim dos aplicativos, mas irá contribuir para que só os melhores e mais funcionais apps continuem instalados no seu celular.

Quer saber mais? Acompanhe nossos conteúdos semanais.

Deixe um robô trabalhar para você!

LEIA TAMBÉM