Como os chatbots estão acompanhando as mudanças no comportamento do consumidor

Cada vez mais chegam ao mercado tecnologias auxiliares, como os assistentes de voz e os assistentes virtuais, o chatbot. A tendência é que as pessoas passem a usar esses sistemas para resolver atividades básicas gerando mudanças no comportamento do consumidor.

O crescimento pela preferência por assistentes virtuais é resultado de uma mudança no comportamento do consumidor e, para atender à nova procura, as marcas devem se adaptar por meio de soluções mais práticas, ágeis e seguras. Como um assistente digital, o chatbot é capaz de atender essas demandas.  

Mudanças no comportamento do consumidor

  • Agilidade

A internet agiliza todos os processos. O chatbot oferece a praticidade de resolver diversas situações simultaneamente. Você pode, por exemplo, falar com o bot de um banco enquanto reserva uma mesa para o jantar através do chatbot de um restaurante. O que o consumidor quer é ter alguém que resolva seus problemas de forma fácil e instantânea – do pagamento de contas ao entretenimento.

  • Proatividade

Na era em que vivemos, tempo é ouro. As pessoas esperam que o atendente aproveite o tempo de contato para oferecer melhorias e otimizar seu tempo. Quando o diálogo entre as duas partes flui naturalmente, é comum que o cliente se sinta parte da marca.

mudanças no comportamento do consumidor 1

Fonte: thinkwithgoogle
  • Relação humanizada

O chatbot é capaz de realizar um atendimento personalizado. Ele consegue perceber as necessidades, oferecer os melhores serviços e interagir de forma próxima e isso faz com que o relacionamento seja cada vez mais próximo, a ponto do cliente tratar a marca como uma amiga ao invés de uma relação fria.mudanças no comportamento do consumidor 2

Fonte: thinkwithgoogle

Quando utilizado de forma eficiente, o chatbot é capaz de atender as mudanças no comportamento do consumidor e ainda surpreender, se antecipando a um desejo. Continue acompanhando a Livetalk para descobrir outros benefícios de implantar o chatbot em sua empresa.

LEIA TAMBÉM