Chatbot: 5 mitos sobre que você precisa rever agora

Assim como foi com a expansão das redes sociais e dos aplicativos, o chatbot apresenta novas possibilidades para marcas e empresas se aproximarem da rotina do consumidor, oferecendo um atendimento mais padronizado, ágil e disponível 24 horas por dia, sem precisar fazer download ou instalar novos programas para isso.

Como toda novidade tecnológica, porém, mitos ou percepções incorretas ainda são muito comuns. Para ajudar, separamos algumas das dúvidas mais comuns sobre os chatbots, confira!

1 Chatbot: são robôs de SAC

Apesar de ser uma revolução para marcas atenderem aos consumidores com agilidade e padronização em qualquer dia ou horário, os chatbots também podem ser utilizados para outras aplicações e segmentos, desde funções de RH até na reserva de um hotel ou conferir sobre a previsão do tempo, por exemplo. Assim, restringir a função dos chatbots apenas como assistentes de SAC é muito limitante.

2 Chatbot: vão tirar os empregos das pessoas

Quem já ouviu dizer que com a evolução dos chatbots as pessoas que trabalham como recepcionistas ou em call center perderiam suas ocupações? Como sempre reforçamos, os chatbots não vão substituir os humanos, mas podem ajudar, e muito, no primeiro atendimento, suprindo dúvidas básicas ou problemas mais frequentes. Para casos em que é necessário a percepção humana o atendimento pessoal ainda será indispensável.

3 Chatbot: têm interações mecânicas e artificiais

Um atendimento realizado por robôs vai soar muito artificial? Essa é a principal dúvida quando falamos de chatbots, o que afasta muitas marcas da tecnologia.

Longe dessa ideia de contatos mecanizados e inexpressivos, com ajustes frequentes nos termos e analisando as interações recebidas é possível deixar o chatbot mais personalizado, divertido e representando o posicionamento da marca. Assim, personalizar o chabot é possível e muito indicado!

4 Chatbot: terminarão com os aplicativos

Pelos custos mais elevados e a necessidade de atualizações frequentes, os aplicativos podem perder espaço para os chatbots, especialmente os mais simples, como Apps de previsão do clima ou de saldo de cartões, por exemplo. Os aplicativos mais conhecidos, porém, como jogos e redes sociais, seguirão populares e poderão se beneficiar com as funcionalidades dos chatbots.

5 Chatbot: vão demorar para se popularizar  

Se até alguns anos atrás pensar em inteligência artificial para atender clientes era uma ideia saída dos filmes de ficção, hoje interagir com os chatbots já é uma realidade e possivelmente você já foi atendido por um robô nos chats. Assim, para quem ainda acredita que os chatbots são uma aposta do futuro é necessário expandir horizontes e acompanhar como os bots já estão fazendo a diferença hoje em diferentes segmentos e inúmeras possibilidades.

Quer saber mais como os chatbots podem ser aplicados em diferentes funções? Acompanhe nossas publicações semanais aqui no blog!

Deixe um robô trabalhar para a sua empresa. Fale com a Livetalk!

LEIA TAMBÉM